Quarta etapa do Mundial de surf começa no Rio de Janeiro

Nada de Medina entre os primeiros colocados; quem vem representando bem o Brasil é Filipe Toledo e Adriano de Souza

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Medina conquistou o título mundial e quebrou jejum brasileiro de 38 anos
AFP
Medina conquistou o título mundial e quebrou jejum brasileiro de 38 anos

A quarta etapa do Circuito Mundial de surf começa neste domingo na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro com um brasileiro na liderança. Mas nada de Gabriel Medina, o atual campeão, como muitos previam.

A bola (ou prancha) da vez é Adriano de Souza, o Mineirinho. Ele teve o melhor aproveitamento nas três etapas realizadas até aqui, todas na Austrália, terminando na terceira, segunda e primeira posição, respectivamente. Na sua cola, está o australiano Mick Fanning, seguido pelo brasileiro Filipe Toledo, a surpresa deste começo de temporada, que surpreendeu a muitos ao vencer a etapa de abertura.

“O objetivo é seguir bem. Me preparei física e psicologicamente e todo esse treinamento deu resultado. Consegui ganhar a primeira etapa, fazer um quinto em Bells e agora vencer em Lowers. Acho que comecei o ano bem e tem tudo para continuar nesse ritmo”, comenta Filipe.

Medina ocupa apenas a 16ª posição e tem uma quinta colocação na segunda etapa como melhor resultado até aqui. O 25º lugar na terceira etapa acabou decepcionando os fãs, que esperam um melhor desempenho do atual campeão. O norte-americano Kelly Slater, maior surfista de todos os tempos, também não vem bem e está em nono lugar.

O brasileiro Miguel Pulpo está em 12º, Jadson Andre em 17º, mesma posição de Italo Ferreira. Wiggolly Dantas está em 21º e Alejo Muniz em 37º. No feminino, a cearense Silvana Lima entra para melhorar a nona colocação.