Cuba envia brigada médica ao Nepal para atender vítimas de terremoto

Os médicos formam parte do Contingente médico "Henry Reeve", especializado em desastres naturais e situações de emergência

iG Minas Gerais | AFP |

Uma brigada médica cubana integrada por 49 profissionais partiu nesta sexta-feira ao Nepal para socorrer as vítimas do terremoto de 25 de abril, informou o site governista Cubadebate.cu.

"A brigada, formada por 49 profissionais de diferentes especialidades, entre eles 22 médicos especialistas, enfrentará doenças existentes e outras que aumentam e brotam do processo normal após um desastre natural de tanta magnitude", afirmou o chefe da brigada, o médico Luis Oliveros.

"Muitos têm experiência, outros enfrentam pela primeira vez uma situação como esta, mas a brigada está muito feliz e comprometida com a missão que vamos cumprir", disse.

Os médicos formam parte do Contingente médico "Henry Reeve", especializado em desastres naturais e situações de emergência, cuja atuação mais recente foi em três países africanos combatendo o Ebola.

O centro hospitalar de campanha que os cubanos estabelecerão em zonas afetadas pelo terremoto "incluirá serviços de uma unidade cirúrgica, esterilização, unidade de cuidados intensivos, possibilidade de diagnósticos (que inclui raio-x, laboratório semiautomatizado e ultrassom), assim como áreas de consulta e reabilitação", explicou o Cubadebate.cu.

Segundo o último balanço oficial, o terremoto que alcançou 7,8 graus de magnitude deixou mais de 7.500 mortos e quase 15.000 feridos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave