Mãe de menina de 2 anos espancada até a morte pelo padrasto é presa

Segundo delegado, mulher foi omissa e desleixada; casal foi detido no velório da criança

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

A mãe da pequena Luana Rocha da Silva, e 2 anos, que foi espancada pelo padrasto até a morte, foi preso e também vai responder pelo crime. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da Polícia Civil na manhã desta sexta-feira (8). Por meio dela, o delegado responsável pelo caso informou que a mulher entrou em contradições por várias vezes, foi omissa e desleixada.

Segundo Rodrigo Rolli, durante o depoimento, a mulher chegou a afirmar que tentou proteger a filha, mas ficou com medo do companheiro. O homem já havia confessado que agrediu a criança durante uma briga do casal. Luana chegou a ser encaminhada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda segundo Rolli, familiares informaram à polícia que a mãe não tinha cuidado com a filha. Por esse motivo, os tios paternos chegaram a ficar com a garotinha. No entanto, há cerca de um mês, a suspeita tinha pego a criança novamente.

Após prestarem depoimento, os dois foram encaminhados a presídios da cidade. Eles responderão por homicídio triplamente qualificado, por meio que impossibilitou a defesa da vítima, motivo torpe e tortura.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave