Inflação semanal cai para 0,61% na última semana de abril

Porto Alegre (0,30%), Rio de Janeiro (0,78%), Brasília (0,56%) e São Paulo (0,56%) registraram retrações de preços; em BH, a taxa passou de 0,51% para 0,58%

iG Minas Gerais | Agência Brasil |

Para os calçadistas, custo de produção deve ser reduzido em até 40%
BRUNO FIGUEIREDO/ARQUIVO O TEMPO
Para os calçadistas, custo de produção deve ser reduzido em até 40%

A queda de 0,10 ponto percentual no Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) na semana encerrada em 30 de abril, comparada à semana encerrada no último dia 22 (de 0,71% para 0,61%), reflete a retração de preços em quatro das sete capitais pesquisadas pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV).

Segundo dados divulgados nesta segunda-feira (4), as quatro capitais onde ocorreram retrações de preços na última semana de abril foram: Porto Alegre, a menor inflação do país medida pelo IPC-S e onde a taxa caiu de 0,65% para 0,30%; Rio de Janeiro, com a segunda maior variação do país, e IPC-S recuando de 0,88% para 0,78%; em Brasília, a inflação semanal apurada passou de 0,79% para 0,56%; e em São Paulo, o índice também caiu para 0,56%, após ter registrado 0,72% em 22 de abril.

Salvador registrou a maior variação do país. Na capital baiana, os preços subiram 0,22 ponto percentual, passando de 0,71% para 0,93% entre uma semana e outra. Também com variação positiva, Recife registrou elevação de 0,65%, contra 0,54% da semana imediatamente anterior. Em Belo Horizonte a taxa passou de 0,51% para 0,58%.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave