Em Xanxerê, Dilma promete rapidez na reconstrução de região

A maior parte dos recursos federais já anunciados será destinada a reerguer o ginásio de esportes de Xanxerê, totalmente destruído no dia da tragédia

iG Minas Gerais | Folhapress |

Tornado deixou rastro de destruição em Santa Catarina
Roberto Stuckert Filho/Presidência da República
Tornado deixou rastro de destruição em Santa Catarina

A presidente Dilma Rousseff visitou nesta segunda-feira (27) áreas atingidas por tornados em Santa Catarina há uma semana, anunciou a liberação de R$ 5,8 milhões para os municípios afetados e disse que o ajuste fiscal do governo não abrange situações emergenciais que envolvem "vidas humanas".

Dilma sobrevoou de helicóptero as cidades de Xanxerê e Ponte Serrada, no sudoeste do Estado, onde milhares de pessoas ainda estão desalojadas. Ela também visitou um dos bairros mais atingidos em Xanxerê e conversou com sobreviventes.

A maior parte dos recursos federais já anunciados será destinada a reerguer o ginásio de esportes de Xanxerê, totalmente destruído no dia da tragédia. Dilma disse que a reconstrução do local será "símbolo" da recuperação da cidade.

Cerca de 30 adolescentes que estavam no local no momento do tornado sobreviveram. A presidente se encontrou com o professor que ajudou os jovens a escaparem do desabamento e chamou o caso de "miraculoso".

Também em Xanxerê, ela se reuniu por cerca de uma hora com os prefeitos da cidade e de Ponte Serrada, ao lado de ministros, para tratar da ajuda federal. A presidente prometeu rapidez.

O governo autorizou a liberação de recursos do FGTS para os atingidos e pretende usar o programa Minha Casa, Minha Vida nos trabalhos de reconstrução de moradias.

Ao ser questionada por um jornalista sobre os efeitos do ajuste fiscal na liberação das verbas, Dilma afirmou: "O que é emergencial nunca é dificultado. Isso não está regido pelas mesmas regras".

A presidente se disse comovida pela reconstrução já realizada pelos próprios moradores desde a tragédia e disse que a população está "de parabéns pela capacidade de reação".

COMO SE FORMA UM TORNADO

CHOQUE

- uma frente fria encontra uma massa de ar quente. O choque forma nuvens gigantes (cúmulos-nimbos). - a força do tornado será determinada pela diferença de temperatura das massas de ar; o ar quente forma uma corrente em direção ao solo.

VENTOS

- fortes ventos podem fazer com que a corrente de ar quente desça em movimento circular, gerando uma massa de ar em espiral. Esse movimento atrai mais ar quente para as nuvens, fazendo o ar girar ainda mais rápido, podendo causar um tornado.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave