Corpo de Bombeiros não autoriza arquibancadas móveis no Ronaldão

A Veterana criou mais 2,8 mil lugares no estádio para tentar levar a decisão do Estadual para Poços de Caldas

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Novos lugares instalados no Estádio pela diretoria da Caldense
ASSESSORIA DE IMPRENSA DA CALDENSE
Novos lugares instalados no Estádio pela diretoria da Caldense

O Corpo de Bombeiros de Poços de Caldas não aprovou a instalação das arquibancadas móveis no Estádio Ronaldo Junqueira. Com isso, a partida de volta da final do Campeonato Mineiro entre Caldense e Atlético, marcado para o dia 3 de maio, não poderá ser realizada na cidade do Sul de Minas.

A intenção da Caldense era a de mandar o segundo jogo da final diante de sua torcida. Para isso, foram criados mais 2,8 mil lugares elevando a capacidade do estádio para 10,4 mil torcedores. A assessoria de imprensa da Veterana afirmou que o clube ainda não foi informado oficialmente da decisão.

Sem poder atuar em seu estádio, as opções da Caldense são Varginha e Belo Horizonte. A Federação Mineira de Futebol (FMF), através de sua assessoria de imprensa, informou que ainda não recebeu nenhum ofício do Corpo de Bombeiros e vai aguardar para se pronunciar oficialmente sobre o assunto.