Homem tenta matar rival, é perdoado, mas aparece morto com 40 facadas

Após tentativa de homicídio, homens se entenderam e começaram uma amizade; segundo populares, foi justamente o "amigo" que encontrou o corpo da vítima

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

A Polícia Civil vai investigar a morte de um homem que foi assassinado com 40 facadas, nessa terça-feira (21), no bairro Jardim Liberdade, na região do Barreiro, em Belo Horizonte. O suspeito do crime é um homem que a vítima tentou matar em data anterior, mas depois virou amigo.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o corpo de Adeir de Oliveira, de 41 anos, foi encontrado dentro de sua casa, localizada na rua Cristo Vivo. O primo do homem contou aos militares do 41º Batalhão que foi informado por populares sobre a morte da vítima.

Em conversa com os policiais, ele contou que Oliveira fazia uso de bebidas alcoólicas e, constantemente, arrumava confusão no bairro. Ao consultar a ficha criminal do homem, a corporação descobriu que ele tinha uma passagem por tentativa de homicídio.

Ao ser indagado sobre o fato, o primo confirmou que a vítima tinha tentado matar um rival por motivo não esclarecido. No entanto, depois de um tempo, Oliveira se entendeu com o desafeto e os dois se tornaram amigos. Esse homem teria sido o primeiro a encontrar o corpo dentro do imóvel. Ele foi identificado, mas não foi localizado.

Além do suspeito, um outro amigo de Oliveira, que também não foi encontrado, será investigado. Ele teria sido visto próximo ao imóvel. A perícia esteve no local e constatou que a vítima foi atingida no tórax, pescoço, membros superiores e inferiores. O homem apresentava rigidez cadavérica.

A ocorrência foi encerrada da Delegacia de Plantão do Barreiro.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave