MPF pede prisão preventiva de Marice

iG Minas Gerais |

São Paulo. O Ministério Público Federal (MPF) entrou com um pedido de mudança do regime de prisão de Marice dos Santos Corrêa, cunhada do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto. De acordo com os procuradores, ela ajudou o cunhado a receber valores ilegais da construtora OAS. O pedido ainda não foi julgado, mas o prazo da prisão temporária expira hoje.

Ontem, Marice afirmou, em depoimento à Polícia Federal, que sua viagem ao Panamá, na semana passada, teve como objetivo sua participação no Fórum Sindical das Américas.

Ela sustenta que não foi ao país centro-americano lavar dinheiro ou destruir provas e negou ter recebido propina da OAS.

Marice também disse que recebeu, em 2011, R$ 200 mil do PT a titulo de “danos morais” pelo envolvimento do seu nome no mensalão. O dinheiro foi usado na compra de apartamento investigado na Lava Jato.

Anastasia

Ação. A PF não conseguiu avançar na investigação do envolvimento do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) no Petrolão porque não localizou o policial Jayme “Careca”, que citou o tucano.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave