A partir de 6 de maio, América vai passar por maratona de jogos

Devido ao grande número de jogos seguidos, Coelho comemora período longo que também terá para se preparar

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

ESPORTES - BELO HORIZONTE - MG - 05.04.2015
Partida entre America x Democrata? GV , no estadio Independencia , em BH .

FOTO : Carlos Cruz / AFC
CARLOS CRUZ / AFC
ESPORTES - BELO HORIZONTE - MG - 05.04.2015 Partida entre America x Democrata? GV , no estadio Independencia , em BH . FOTO : Carlos Cruz / AFC

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou para o dia 6 de maio, na Arena Independência, o jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil entre América e Ceará. O confronto com o Vozão vai marcar o início de uma longa maratona do Coelho, que irá realizar quatro jogos em apenas dez dias.

Após o jogo com o Ceará, o América volta a campo no dia 9 de maio, na Arena Independência, para enfrentar o Bahia. A partida vai marcar a estreia do Alviverde na Série B do Campeonato Brasileiro. Quatro dias depois, desde que não tenha perdido o jogo de ida por uma diferença de dois gols, o Coelho vai ao Estádio Castelão, em Fortaleza, enfrentar o Ceará na partida de volta da segunda fase da Copa do Brasil.

No dia 16, o Alviverde estará em Lucas do Rio Verde para jogar com o Luverdense, em partida válida pela segunda rodada da Série B. Depois, o América terá uma semana de descanso até o confronto com o Santa Cruz (PE), em Belo Horizonte, pelo Nacional.

“Essa parada até o jogo com Ceará é boa para nos prepararmos não só para a Copa do Brasil, mas para o nosso foco principal na temporada, que é a Série B”, destacou o goleiro João Ricardo, que espera ter uma melhor sorte na competição nacional nesta temporada.

“Ficou um gosto amargo nos dois últimos anos. Em 2013, eu atuava no Icasa-CE e não subimos por um ponto. No ano passado, a situação voltou a se repetir aqui no América. Mas é trabalhar. Temos um bom grupo e confio que podemos conquistar a vaga”, destacou o jogador.

Leia tudo sobre: americamaratonajogosseismaiofutebol