Em ano pré-olímpico, Minas ganha novo patrocínio de judô

Atletas comemoram chegada de mais investimento em etapa fundamental para o Rio 2016

iG Minas Gerais | Débora Ferreira |

Com atletas de nível de seleção, Minas apresentou novos patrocinadores
Orlando Bento/Minas TC
Com atletas de nível de seleção, Minas apresentou novos patrocinadores

O ano de 2015 não tem sido nada fácil para os atletas de judô. No entanto, em meio a muitas competições que contam pontos para o ranking que dá vaga às Olimpíadas, os judocas do Minas Tênis Clube ganharam mais um investimento. Além da Belo Dente, a equipe agora será patrocinada também pela Yes Odonto.

Quem ganha com isso é a seleção brasileira da modalidade. O clube da Rua da Bahia tem pelo menos oito atletas que frequentemente representam o país.

“Os patrocinadores ajudam muito a gente, nossa qualidade da vida, para, por exemplo, comprar suplementos. A gente tem condições hoje de nos manter em alto rendimento, precisamos de todo esse apoio, não é simplesmente chegar e ganhar o campeonato, tem muita coisa por trás disso. Tem toda a equipe multidisciplinar do Minas, acredito que com a ajuda deles, tudo é possível”, conta Mariana Silva (-63kg).

E não é apenas em questão de materiais que os lutadores irão ganhar. De acordo com a medalhista mundial Érika Miranda (-52kg), o patrocínio também serve para divulgar a modalidade, que apesar de seu bom histórico, não é tão popular. O judô do Brasil é esporte individual que mais rendeu olímpicas na história dos Jogos.

“Acho muito bacana, a empresa está somando. O judô é um esporte muito vitorioso, só que às vezes não tem tanta visibilidade, então não dá oportunidade para telespectadores ou outras pessoas conhecerem o judô de verdade, e é difícil entender as regras. Acho que, pensando nisso, até a Federação Internacional está mudando as regras para o judô ser mais motivante, mais fácil para assistir. Eu sou de um esporte tão vitorioso que não tem tantos patrocínio, e hoje estar em um almoço relacionado a patrocinador é muito importante. Nos dá mais motivo pra treinar, e de buscar vencer cada vez mais”, conta ela.

O grupo está mesmo determinado a buscar seu espaço no Rio 2016. Somente neste início de temporada, entre os meses de fevereiro e março, os atletas conquistaram quatro ouros, duas pratas e dois bronzes, nas disputas dos Abertos de Santiago, Buenos Aires e Montevidéu e no Grand Prix de Samsun, na Turquia.  

Leia tudo sobre: judôseleçãominasbelo dente-Minasérika mirandamariana silvamedalhastreino