Guilherme: só falta convencer no clássico

Meia-atacante teve participações importantes nas conquistas da Libertadores 2013 e Copa do Brasil 2014

iG Minas Gerais | DIEGO COSTA E FERNANDO ALMEIDA |

Guilherme anotou o importante gol contra o Santa Fe-COL, na última quinta-feira, na Arena Independência
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Guilherme anotou o importante gol contra o Santa Fe-COL, na última quinta-feira, na Arena Independência

Não adianta torcer o nariz, incomodar-se com a presença na Cidade do Galo de um atleta moldado em manto celeste. Guilherme prova a cada dia que pode ser importante para o clube alvinegro, seja com gols, assistências ou partidas consistentes. Contudo, ainda falta um “detalhe” para mudar a cabeça dos atleticanos mais adversos: convencer em um clássico.

As vitórias contra o time celeste vieram. São duas, em sete partidas disputadas, e apenas uma derrota. Porém nenhuma com o definitivo destaque capaz de ficar cravado na memória do torcedor, como as vistas contra o Newell’s Old Boys, na Libertadores de 2013, e contra o Corinthians, na Copa do Brasil de 2014.

Esses jogos de relevância pelo Galo colocam um pouco de lado as quase 20 lesões já sofridas pelo atleta desde a chegada, em 2011. Na última quinta-feira, Guilherme mais uma vez provou o seu valor e fez o segundo gol na vitória por 2 a 0 contra o Santa Fe-COL, dando fim à perigosa pressão colombiana no Horto.

“As lutas foram grandes. Um cenário que sonhava. Reviver esse clima, ser coroado com gols”, afirmou Guilherme. “Nas dificuldades, o caminho é Jesus. Sempre quis ficar. O presidente foi muito amigo. Quando chego aqui, o torcedor me pede (para entrar), me mostra o carinho, apesar de que cheguei esculachado”, completou o jogador, se referindo aos tempos de Cruzeiro.

Leia tudo sobre: atleticogaloguilhermeclassico