Fifa vai analisar patrocínio de parceira do Palmeiras a árbitros

Segundo regulamento da entidade, só é permitido a exibição de marca na camisa dos árbitros se não houver conflito de interesse

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

A Fifa informou nesta sexta-feira (10) que vai analisar o patrocínio da Crefisa, parceira do Palmeiras, aos árbitros e assistentes na reta final do Campeonato Paulista.

"A Fifa vai analisar a situação e, se necessário, entrará em contato com a CBF sobre este assunto. Não temos nenhum outro comentário neste momento", disse a entidade máxima do futebol por meio de sua assessoria de imprensa.

Segundo o regulamento da Fifa, só é permitido a exibição de marca na camisa dos árbitros se não houver conflito de interesse.

De acordo com a FPF (Federação Paulista de Futebol), o patrocínio teve a aprovação de todos os clubes, por meio dos seus representantes que estavam presentes no conselho técnico realizado na quinta-feira (9) e que definiu as datas e os horários das quartas de final do Estadual.

Em janeiro, a Crefisa se tornou o patrocinador master do Palmeiras (principal apoiador financeiro). A equipe, que recebe aproximadamente R$ 23 milhões por ano, acertou um contrato de dois anos com a instituição de crédito popular.

Agora, a empresa vai arcar com todas as despesas relacionadas aos árbitros e assistentes nos jogos finais do Paulista.

Leia tudo sobre: palmeirascrefisapolemicaarbitragemcampeonato paulistapatrociniofifa