Financiamento de campanha em pauta

iG Minas Gerais |

A comissão especial dedicada ao estudo da PEC da Reforma Política, na Câmara dos Deputados, deve discutir nas próximas semanas temas polêmicos como o financiamento de campanha e o sistema eleitoral. Os dois assuntos são os que geram maior discordância entre os partidos e, pelo encaminhamento dos debates nas próximas reuniões do colegiado, será possível ter uma ideia do tipo de reforma que chegará ao plenário.

Para o financiamento, o mais provável é que ele continue com o modelo misto (que aceita dinheiro público e privado). Resta saber se o relatório da comissão vai recomendar algum tipo de teto, como acontece em determinados países. O financiamento público é defendido pelo PT e pelo PSOL (que não aceita doações de empresas em suas campanhas). Demais legendas têm resistência ao tema.

Quanto ao sistema eleitoral, o “distritão” ganhou força com o aval do PMDB. O modelo proposto na comissão é considerado complexo por alguns especialistas que se manifestaram na Câmara. Pontos de consenso são o fim da reeleição para cargo Executivo, como presidente, governador e prefeito, e o voto facultativo. Outros temas da reforma estão tramitando paralelamente no Legislativo, como o que regulamenta fusão de partidos e o fim das coligações em eleições proporcionais. (LP)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave