Policial é morto após explosão em atentado no Cairo

Esses ataques são geralmente reivindicados por grupos jihadistas, um deles ligado ao grupo Estado Islâmico (EI), em represália, segundo eles, à sangrenta repressão contra os partidários de Mursi

iG Minas Gerais | AFP |

Um policial egípcio foi morto neste domingo na explosão de uma bomba perto de uma guarita da polícia na entrada de uma ponte no centro do Cairo, anunciou a polícia.

Os atentando contra as forças de ordem se tornaram frequentes no Egito desde que o exército destituiu e prendeu em julho de 2013 o presidente islamita Mohamed Mursi.

Esses ataques são geralmente reivindicados por grupos jihadistas, um deles ligado ao grupo Estado Islâmico (EI), em represália, segundo eles, à sangrenta repressão contra os partidários de Mursi.

No final do dia, a bomba atingiu um policial na entrada da ponte 25 de Maio sobre o rio Nilo e que leva à ilha de Zamalek, um bairro rico do centro do Cairo, segundo autoridades da polícia.

O artefato explosivo, que não se sabe se foi lançado ou escondido, visava uma guarita da polícia.

O policial morreu no mesmo momento e duas outras pessoas ficaram feridas, segundo o ministério da Saúde.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave