Nintendo dá primeiro passo para entrar no mercado de aplicativos

A gigante dos jogos, responsável por sucessos como Super Mario ou Pokemon, anunciou que pretende compra 10% da empresa nipônica DeNa por 181 milhões de dólares

iG Minas Gerais | AFP |

Universo de Mario e Luigi ainda é a marca registrada da Nintendo
Nintendo/Reprodução
Universo de Mario e Luigi ainda é a marca registrada da Nintendo

A Nintendo deu um passo para o desenvolvimento de aplicativos móveis de seus jogos, no que pode representar uma guinada decisiva para a empresa japonesa, que até agora se recusava a entrar neste mercado em plena expansão.

A gigante dos jogos, responsável por sucessos como Super Mario ou Pokemon, anunciou que pretende compra 10% da empresa nipônica DeNa por 181 milhões de dólares para desenvolver, em conjunto, aplicativos de jogos baseados em seus personagens populares, mas sem revelar quais.

O presidente da Nintendo, Satoru Iwata, disse que as duas empresas pretendem lançar pelo menos um jogo este ano para smartphones.

"O mundo está mudando. As empresas que não se adaptarem à mudança vai cair em declínio", disse Iwata.

O executivo completou que o anúncio não significa que a Nintendo vai abandonar o mercado de consoles. Ele anunciou o lançamento do sucessor do Wii U, que está no mercado desde o fim de 2012.

No ano passado, Iwata anunciou a redução de seu salário à metade, depois que a Nintendo registrou o terceiro ano consecutivo de prejuízo e foi criticada por não lançar aplicativos para seus jogos de maior sucesso.  

Leia tudo sobre: Nintendocompraaplicativos n