Protestos contra ataques a cristãos deixam feridos e um morto

Em Lahora, a polícia reprimiu com gás lacrimogêneo e golpes de cassetete os manifestantes que fechavam uma importante avenida da cidade nesta segunda

iG Minas Gerais | Folhapress |

Cristãos paquistaneses se manifestaram nesta segunda-feira (16) em diversas cidades contra o ataque suicida que deixou ao menos 15 mortos e 75 feridos no domingo (15) em um bairro cristão em Lahora, no nordeste do país. Uma pessoa morreu e outras 13 ficaram feridas nos protestos.

De acordo com o superintendente médico do Hospital Geral de Lahore, Mohammad Saeed Sohbin, uma pessoa morreu quando uma mulher atropelou um grupo de manifestantes.

"Os manifestantes estão exigindo a prisão dos responsáveis pelos ataques de ontem [domingo (15)] e a melhoria da segurança nas igrejas de modo que estes incidentes não aconteçam novamente. Não temos segurança suficiente em nossas igrejas", disse o secretário do Arcebispado de Lahore, Mushtaq Ghulam.

Em Lahora, a polícia reprimiu com gás lacrimogêneo e golpes de cassetete os manifestantes que fechavam uma importante avenida da cidade nesta segunda. Eles pediam mais segurança para os cristãos, que são minoria no país, predominantemente muçulmano.

Após um motorista atropelar um grupo, algumas pessoas começaram a atirar pedras contra carros, estabelecimentos e policiais.

Neste domingo (15), o papa Francisco lamentou os atentados, e pediu o fim da perseguição aos cristãos.

"Com dor, com muito dor recebi a notícia dos atentados terroristas de hoje [domingo (15)] contra duas igrejas na cidade de Lahore, no Paquistão, que provocaram numerosos mortos e feridos", disse o pontífice.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave