Além dos corpos físico e emocional, é preciso curar a alma

iG Minas Gerais |

Por meio de diferentes vivências do xamanismo, a pessoa pode estabelecer uma reconexão com os elementos da natureza. “A Terra equilibra tudo que está ligado à matéria, como dinheiro e trabalho. O fogo harmoniza tudo que está ligado ao espírito, trazendo o equilíbrio da mediunidade, desenvolvendo os dons através da intuição e da percepção. O elemento se conecta com a nossa espiritualidade. Vivências em frente a uma fogueira sagrada com o toque do tambor levam a uma alteração de consciência”, explica a xamã Anna Xara.

A conexão com a água traz à tona tudo o que está ligado às emoções. Esse elemento é capaz de curar relacionamentos. “O ar traz a cura para as realizações, os sonhos materializam-se. Usamos ainda defumações, rezas e benzimentos”, destaca.

O estresse, a depressão, a bipolaridade e alterações de humor são as doenças mais comuns do homem moderno. “Elas começam no corpo emocional que está ligado aos relacionamentos, às pessoas com as quais nos relacionamos cotidianamente. O câncer que vem da falta de amor-próprio. É a somatização de insatisfações inconscientes que estão muito ligadas a medo, abandono, rejeição, frustração, perdas e solidão. Ele passou a ter essa dimensão no planeta quando o sujeito passou a olhar para o ter e não para o ser, quando abandonou a conexão com a natureza. É aí que a espécie humana se desequilibra”.

Mas não apenas os corpos físico e emocional devem merecer atenção. “É preciso curar nossa alma por meio de atitudes de amor incondicional, altruísmo, pensamentos positivos. Colhemos tudo o que plantamos”. (AED)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave