Ex-central da seleção, Gustavo rasga elogios para novo técnico do MOC

Os dois trabalharam juntos por dois anos no Canoas Vôlei; jogador ressaltou exigência de Ramos

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Marcelinho Ramos teve boa passagem pelo Canoas Vôlei
FERNANDO POTRICK
Marcelinho Ramos teve boa passagem pelo Canoas Vôlei

 

O experiente central Gustavo, campeão olímpico com a seleção brasileira em 2004, conhece bem Marcelinho Ramos, que chega para comandar o Pequi Atômico. Eles trabalharam por dois anos no Canoas Vôlei, onde o atleta joga até hoje. No primeiro ano, Marcelinho foi assistente e, no segundo, foi efetivado, como treinador.

"Ele é um cara muito exigente e extremamente competente. É um treinador muito preocupado com a parte técnica e tática, monta suas equipes de acordo com o adversário. Um dos seus objetivos constantes é sempre tentar anular os pontos fortes do outro lado", mostra Gustavo, que acredita muito no crescimento do antigo companheiro.

"Trata-se de um dos grandes treinadores da nova geração. Ele evoluiu muito nos últimos anos, terá um grande futuro pela frente, não tenho dúvida. O fato de ter trabalhado com o Marcelo Mendez o ajudou bastante, ele segue a mesma filosofia de trabalho", sentencia.