Exclusivo: Pimentel inicia processo de transição ainda nesta semana

Governador eleito nesse domingo (5) disse que formará uma equipe técnica com nomes "que já o acompanham na vida pública"

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda e Carla Kreefft |

O recém-eleito governador de Minas, Fernando Pimentel, afirmou na manhã desta segunda-feira (6), em entrevista exclusiva a O TEMPO, que vai iniciar nesta semana o processo de transição de governo, com a formação de uma equipe técnica com nomes "que já o acompanham na vida pública" há algum tempo. "Espero que seja uma transição tranquila", declarou.

A entrevista foi concedida no escritório do petista na capital menos de 12 horas após a apuração de 100% dos votos do Estado. O petista definiu como primeira tarefa como governador, a partir de 1º de janeiro, a criação de conselhos regionais de governo em todo o Estado para iniciar a definição de políticas públicas para as principais áreas, como saúde, educação e segurança pública.

Sobre o futuro político e a governabilidade, o novo governador disse que irá negociar com partidos na Assembleia de Minas que ficaram em lados opostos a ele durante a campanha. "Não acho que será dificuldade formar um bloco de maioria na Assembleia", afirmou, destacando que a negociação política com as legendas ficará a cargo do novo vice-governador, Antônio Andrade.

Nesta terça-feira (7), Pimentel vai a Brasília encontrar a candidata à reeleição à Presidência, Dilma Rousseff (PT), para definir estratégias para o segundo turno nacional. A petista deverá vir a Minas por pelo menos quatro vezes até o fim do segundo turno. O ex-ministro, porém, fez questão de deixar claro que pretende separar bem o papel de governador e de cabo eleitoral. "Eu tenho minha posição clara, que é apoiar a presidente Dilma", ressaltou.

Confira em breve a entrevista na íntegra e em vídeo.