Capitais devem registrar mais casos

iG Minas Gerais |

Belo Horizonte deve registrar, neste ano, 1.020 novos casos de câncer de mama, segundo estimativa do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), vinculado ao Ministério da Saúde. Os números, que correspondem ao risco de 75,9 casos a cada 100 mil mulheres, superam a taxa de incidência nacional, estimada em 56 novos casos para cada 100 mil.

Médico sanitarista e epidemiologista da Divisão de Detecção Precoce e Apoio à Organização de Rede do Inca, Arn Migowski destaca que a incidência da doença no Brasil varia de acordo com as regiões. “As capitais em geral, especialmente no Sudeste, têm incidência maior graças ao perfil mais urbano e à concentração de fatores de risco”, explicou.

causas. Segundo Migowski, os principais fenômenos que motivam o aumento da incidência do câncer de mama são o envelhecimento da população e as mudanças na vida reprodutiva das mulheres, que passam a ter menos filhos e em idade mais avançada, além de amamentar por menos tempo. As mulheres que vivem nas capitais tendem a ter um estilo de vida que oferece mais riscos, ligados a estresse, obesidade, sedentarismo, uso de hormônios e abuso de álcool.

“Apesar dos avanços, ainda há casos muito agressivos da doença, em que não se consegue o tratamento curativo”. (LM)

Incidência

Câncer. Nove em cada dez casos ocorrem em mulheres sem qualquer histórico familiar da doença. Alimentação saudável e atividade física regular podem evitar 30% dos casos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave