Em crise, Botafogo faz duelo direto contra o descenso

Se vencer, time carioca abrirá vantagem de três pontos sobre o Criciúma e pode se ver fora da zona de rebaixamento

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Vágner Mancini, em seus primeiros atos como treinador, tenta encontrar melhor esquema para o Fogão
Vitor Silva / SSPress
Vágner Mancini, em seus primeiros atos como treinador, tenta encontrar melhor esquema para o Fogão

Em crise e na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o Botafogo vai ter de se desdobrar para conseguir alguma coisa no jogo deste sábado, às 21 horas, contra o Criciúma, na casa do time catarinense, o estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC), pela 23.ª rodada.

A situação do clube alvinegro ficou muito complicada após a derrota para o Bahia, no meio de semana, no Rio, por causa também de três expulsões de jogadores do clube: Ramirez, Emerson e Julio Cesar. Para piorar, o Criciúma é um adversário direto na luta contra o descenso e vai contar com o apoio de sua fanática torcida.

O atacante Emerson, o melhor do time no Brasileirão depois do goleiro Jefferson, deve ser punido com vários jogos de suspensão - em razão de suas ofensas à arbitragem contra o Bahia e ainda por ter criticado publicamente a CBF, corre o risco de pegar "um gancho" de até 18 jogos.

Outro que está a ponto de desfalcar o time no restante da competição é o volante Airton, que vai ser julgado na próxima quarta-feira e pode ficar fora da equipe por até 12 partidas - ele agrediu Alexandre Pato, em confronto contra o São Paulo, no último dia 10. Para enfrentar o Criciúma, porém, poderá jogar.

Mas Gabriel e Bolívar, que levaram o terceiro cartão amarelo contra os baianos, nem viajaram com a delegação. Esses e outros problemas atormentam o técnico Vagner Mancini, que pode ser demitido se o Botafogo perder novamente - vem de quatro derrotas seguidas no Brasileirão. Nesta sexta, o time já treinou em Santa Catarina.

Leia tudo sobre: botafogocriciumafutebolrebaixamento