Rejeições a Aécio e Marina aumentam

iG Minas Gerais |

A rejeição dos eleitores em relação à candidatura de Dilma Rousseff diminuiu, de acordo com a pesquisa.

Segundo o levantamento, Dilma era rejeitada por 32,3% dos entrevistados em 9 de agosto. Em 30 de agosto, sua rejeição passou para 26,1% e, agora, chega a 21,9%.

Já o candidato a presidente do PSDB, Aécio Neves, tinha 17,7% de rejeição no início de agosto, passou para 22,5% no fim do mesmo mês e, agora, é de 25,2%.

A ex-senadora Marina Silva, candidata pelo PSB, tinha 7,6% de rejeição em 30 de agosto, e, neste levantamento, 12,1% dos pesquisados afirmam que não votam nela. O candidato do PCB, Mauro Iasi, é quem tem menor rejeição. Apenas 0,6% dos pesquisados dizem não votar nele. (CK)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave