Quem ganha menos toma mais dinheiro

iG Minas Gerais |

São Paulo. Em três anos, praticamente dobrou a proporção dos tomadores de crédito que recebem até um salário mínimo. Em 2011, eles representavam 11,9% do total de pessoas que buscavam empréstimos e, em 2014, são 22,8%. A faixa de renda de até R$ 724 foi a única que registrou a aceleração na demanda por crédito, segundo estudo inédito da Serasa Experian.

Nas outras faixas salariais, os consumidores buscam cada vez menos recursos no varejo, em consonância com o menor ritmo de crescimento do setor e do cenário macroeconômico, segundo a instituição.

Desde 2003

Perspectiva. O comércio, mantido o atual ritmo, deve fechar o ano com o pior resultado desde 2003, quando as vendas caíram 3,7%. No ano passado, cresceu 4,5%.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave