França elimina anfitriã Espanha e deixa o Brasil em sexto lugar

Com um jogo praticamente impecável, os Azuis chocaram Madri e despacharam os anfitriões da Copa do Mundo de basquete

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Defesa francesa não deu moleza para os donos da casa
FIBA/REPRODUÇÃO
Defesa francesa não deu moleza para os donos da casa

E o que para muitos parecia impossível aconteceu. A Espanha, favorita ao título mundial, não resistiu ao forte esquema defensivo montado pela rival França, perdeu dentro de casa por 65 a 52, e foi eliminada da Copa do Mundo de basquete. A chave para a vitória francesa nesta quinta-feira foi o rebote. Foram 40 do lado azul contra 28 dos espanhóis. Vale lembrar que a França entrou no torneio com baixas consideráveis, entre elas Tony Parker e Joakim Noah. Já a Espanha estava com seu time completo.

Com o resultado, os donos da casa, líderes na primeira fase, finalizaram sua participação no Mundial com o quinto lugar, enquanto o Brasil, derrotado nesta quarta-feira pela Sérvia por 84 a 56, sai do torneio com a sexta posição.  

Agora, pela semifinal da Copa, a França enfrenta os sérvios na próxima sexta-feira, às 17h (de Brasília), em Madri. Na outra chave, Estados Unidos e Lituânia decidem o primeiro finalista nesta quinta, às 16h, em Barcelona. A grande final do Mundial está marcada para este domingo, às 16h. 

Reencontro amargo 

Na primeira fase, as duas seleções haviam se enfrentado. A Espanha levou a melhor ao conquistar uma tranquila vitória por 88 a 64. Mas nesta quarta-feira, a história foi bem diferente. Desde os primeiros minutos do duelo, os franceses davam sinais de que imporiam aos rivais europeus inúmeras dificuldades.

O placar se manteve equilibrado até o último quarto, mas os Azuis conseguiram limitar os ataques espanhóis exatamente na hora decisiva. Controlando os rebotes,a França também se mostrou letal nas conclusões e foi aí que brilharam as estrelas de Boris Diaw, cestinha da equipe com 14 pontos, e do armador Heurtel, com 13 tentos e quatro assistências. Outro destaque foi o jovem Rudy Gobert, líder nos rebotes, com 12 bolas das 40 capturadas pela seleção comandada pelo técnico Vincent Collet. 

A Espanha teve Pau Gasol como seu principal destaque. O pivô foi o grande pontuador do jogo, com 17 pontos e oito rebotes, mas nem a força do jogador foi suficiente para evitar a queda espanhola dentro de casa. 

Histórico recente de rivalidade 

A vitória francesa de certa forma vinga a derrota sofrida pelos Azuis exatamente nas quartas de final do Torneio Olímpico de Londres. Naquela ocasião, a Espanha triunfou por 66 a 59, em um jogo nervoso, e que também contou com a exclusão de Nicolas Batum após um desentendimento com Navarro. 

No ano passado, pela semifinal do Campeonato Europeu, a França venceu por 75 a 72, na semifinal, e depois conquistou o título vencendo a Lituânia. Os espanhóis, na ocasião, tiveram se contentar com o bronze conquistado sobre a Croácia.

Leia tudo sobre: copa do mundo de basquetefrançasérviaespanha