Galo joga em sintonia com a Massa e despacha o Palmeiras

Time alvinegro, que jogou sem vários titulares, mostrou a força da base e dominou o Verdão no Independência

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

ESPORTES BH MG: LANCES DA PARTIDA ENTRE ATLETICO E PALMEIRAS VALIDA PELAS OITAVAS DE FINAL DA COPA DO BRASIL 2014. NA FOTO: luan

FOTOS: DENILTON DIAS / O TEMPO 04.09.2014
DENILTON DIAS / O TEMPO
ESPORTES BH MG: LANCES DA PARTIDA ENTRE ATLETICO E PALMEIRAS VALIDA PELAS OITAVAS DE FINAL DA COPA DO BRASIL 2014. NA FOTO: luan FOTOS: DENILTON DIAS / O TEMPO 04.09.2014

Num jogo em que Massa cantou em uníssono “o Conceição voltou” e aplaudiu a cada toque de bola do contestado lateral-esquerdo, é porque tudo deu certo para o Atlético. Esta noite foi de festa para a torcida, que viu um time que fez jus à parte “Galo forte e vingador”, presente no hino do clube. Com o carimbo da base alvinegra, a equipe comandada por Levir Culpi, que completou 200 partidas pela agremiação, venceu por 2 a 0 e obteve o passaporte para as quartas de final da Copa do Brasil.

Se por um lado, faltou o ídolo Diego Tardelli e tantos outros atletas, lesionados, por outro, sobrou dedicação, vontade e raça, como o manual do Atlético exige de cada jogador que veste o manto preto e branco. Prova disso foi o empenho de jovens atletas formados pelo clube, como Alex Silva, Jemerson e Carlos. Garotos que tiveram papel importante e que buscam uma evolução daqui pra frente. Jemerson, aliás, vem se firmando como um dos pilares da defesa. Ontem, voltou a esbanjar segurança e a mostrar aptidões quando se lança ao ataque. Foi dele o primeiro gol da noite. Já o segundo tento teve participação de Carlos. O meia-atacante chutou cruzado para boa defesa de Fábio. Na sobra, Luan aumentou a vantagem.

Assim como Jemerson, Carlos não sentiu o peso de atuar como titular num confronto de suma importância. E a força vinda da base será importante novamente na sequência da Copa do Brasil e também do Brasileirão. O próximo adversário do Galo no torneio mata-mata será o Corinthians, em datas e locais ainda a serem definidos. Mas, até lá, o time volta a se concentrar no Brasileirão. No domingo, a equipe conta novamente com a força da Massa, contra o Botafogo, no Independência.

O jogo. O chute forte de Allione, para fora, logo aos 3 min, não passou de um susto. Dali em diante, o Atlético foi superior, jogando com velocidade e acuando o Palmeiras. A postura agressiva logo culminaria em gols. Aos 12 min, Dátolo cobrou o escanteio na medida para Jemerson abrir o placar no Independência. Quatro minutos depois, outro garoto criado no clube, Carlos, participou ativamente do segundo gol alvinegro. Após troca de passes, o meia-atacante chutou cruzado, Fábio defendeu, mas Luan aproveitou o rebote para aumentar a vantagem.

Leia tudo sobre: atleticogaloindependenciahortomassaluancopa do brasilpalmeiras