Cantor promete uma noite dedicada a seu amor pelo samba

Projeto Salve o Compositor apresenta o músico mineiro Dudu Nicácio nesta quinta no Sesc Palladium

iG Minas Gerais |

Com estrutura intimista, Dudu Nicácio quer fazer o público sambar
rogério sol / divulgação
Com estrutura intimista, Dudu Nicácio quer fazer o público sambar

Dudu Nicácio conta que, quando começou a preparar o repertório para sua apresentação no projeto Salve o Compositor do Sesc Palladium, a ideia inicial era fazer um panorama mais ampliado das canções de sua carreira. “Mas não resisti, não. Eu estava com muita saudade de fazer um show de samba, e é isso que vou fazer”, confessa. O resultado desse desejo irresistível pode ser conferido nesta quinta, a partir das 20h, no Palladium. No repertório da noite, o músico mineiro vai passear pelos sambas de sua própria autoria que ele gravou nos últimos 12 anos, como “Lira para Viagem” do primeiro álbum, além de “uma coisa ou outra que não é samba, mas é parente. Vai ter também dois frevos do meu último disco, que é um álbum de Carnaval, e um forrozinho meio sambado”, adianta. A opção pelo foco no gênero, porém, deixou Nicácio com uma pulga atrás da orelha. “Parei e pensei ‘como vou fazer um show de samba em um teatro?’. Mas acho que tem um corredor ali, e as pessoas vão dar um jeito”, brinca. Para lidar com esse espaço mais contido, o músico nascido na cidade de Oliveira decidiu por um formato mais simples no palco. Além de Nicácio, a apresentação vai contar com Pablo Dias, no cavaquinho, e Robson Batatinha, na percuteria. “É um jovem que trouxe de um dos meus blocos e, se a pessoa estiver de costas, acha que tem três percussionistas tocando ali, mas é só ele”, descreve. Uma grande diferença para os outros shows de Nicácio é que nesta quinta o sambista vai tocar violão ao vivo. “Por conta desses shows com 20 mil pessoas, que precisam de uma adrenalina e um tônus maior, eu passo muito tempo sem tocar violão em público, e isso suscita um desafio especial”, explica. A tendência, segundo ele, é uma noite “um pouco mais intimista, mais próxima de como a música é feita”, diferente da apresentação que ele vai fazer na praça Sete durante a Virada Cultural no fim do mês, por exemplo. E essa estrutura “mais simples” não deve ser uma exclusividade do show para o Salve o Compositor. O músico conta que ela foi pensada exatamente para ser “transportado e acionado” com mais agilidade. “É um formato que imaginei para ajudar na circulação, com mais facilidade, menos ônus e para que a música fique sempre em primeiro plano”, propõe. Agenda O que. Salve o Compositor apresenta Dudu Nicácio Quando. Nesta quinta, às 20h Onde. Sesc Palladium (avenida Augusto de Lima, 420, centro) Quanto. 1kg de alimento não-perecível ou R$ 10

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave