Em tratamento na ilha de Fidel

Soave diz que os pacientes elogiam o tratamento recebido em Cuba, embora às vezes se queixem de outros aspectos

iG Minas Gerais | William Neuman |

Sistema de saúde cubano está entre os melhores do mundo
MERIDITH KOHUT
Sistema de saúde cubano está entre os melhores do mundo

Havana, Cuba. Ao contrário dos norte-americanos, os canadenses não têm restrições de viagem, e Cuba se tornou um destino turístico popular. Muitos canadenses também viajam à ilha cubana em busca de tratamento médico. David McBain, 47, paisagista que vive em Toronto, fraturou a coluna em um acidente de carro e foi três vezes a Cuba em 2014 para fazer um longo tratamento de fisioterapia. “Os fisioterapeutas e médicos são muito bem formados e treinados em Cuba, e os preços são imbatíveis”, afirmou McBain. “O preço é apenas uma fração do que se paga pela terapia no Canadá ou nos EUA”.

McBain, que ficou parcialmente paralisado e anda de cadeira de rodas, afirmou que em cada uma das visitas passou semanas em tratamento em uma clínica em Havana. McBain organizou seu tratamento em Cuba por meio de uma empresa de Toronto chamada Global HealthQuest. Ben Soave e Rosemary Toscani, os donos da empresa, afirmam que enviam pacientes regularmente à ilha para fazer fisioterapia e reabilitação contra drogas e álcool.

Soave diz que os pacientes elogiam o tratamento recebido em Cuba, embora às vezes se queixem de outros aspectos. “Existem outras coisas que não são tão boas, como a comida, as acomodações, a falta de alguns serviços considerados básicos, como internet, telefone, esse tipo de coisa”, afirmou. Ele também diz que os pacientes não buscam Cuba porque simpatizam com o governo socialista. “Eles querem saber de saúde, não de política”. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave