O renascer de um artilheiro

Jogador tem sido peça fundamental no ataque celeste, com gols e várias assistências

iG Minas Gerais | Felipe Ribeiro |

Mesmo com pouco tempo de Cruzeiro, Damião já caiu nas graças da China Azul
Douglas Magno - 11.02.2015
Mesmo com pouco tempo de Cruzeiro, Damião já caiu nas graças da China Azul

Leandro Damião chegou sob forte desconfiança, afinal de contas, o histórico recente pesava contra um centroavante que, no ano passado, havia custado R$ 42 milhões ao Santos e em troca deu apenas 11 gols em 44 jogos, numa média irrisória de 0,25 por partida em que entrou em campo.

Restava ao torcedor cruzeirense acreditar que o centroavante reencontraria o caminho do sucesso, o faro de artilheiro e a boa fase de 2011, quando foi o maior goleador do Brasil, com 42 bolas na rede ao longo da temporada. Mais rápido que o esperado, veio a resposta dentro das quatro linhas, sem precisar forçar a barra, com muita tranquilidade de quem sabia que o mau momento não duraria para sempre na profissão.

Mesmo quando as coisas ainda não davam certo, como nos quatro primeiros jogos em que passou em branco, Damião tentou compensar com vontade, garra e assistências. Mas camisa 9 de ofício não pode se contentar em apenas servir os companheiros; tem que balançar as redes adversárias.

Depois do primeiro gol, o jogador deslanchou e vieram mais cinco numa sequência de seis compromissos com o uniforme azul e branco. De quebra, a artilharia do Campeonato Mineiro, com média de um gol por partida. O bom momento é dividido por ele com os colegas do clube azul celeste.

“O gol é mérito de todo o grupo do Cruzeiro. A bola está chegando limpa para eu fazer o gol, e isso é o mais importante. Tomara que o time possa continuar fazendo gols”, disse Leandro Damião.

Trajetória ATLÉTICO-SC O jogador se destacou com 12 gols no Atlético Catarinense de 2010 e deixou o clube logo em seguida. INTERNACIONAL A diretoria apostou nele e se deu bem nos primeiros anos. Foi o maior artilheiro do Brasil em 2011. Na reta final, sofreu com muitas lesões e falta de gols. SANTOS O clube praiano de São Paulo pagou cerca de R$ 42 milhões pelo jogador, mas não teve retorno em campo, com Damião amargando uma fase muito ruim, sendo questionado pela diretoria, e aí decidiu deixar a Vila Belmiro. CRUZEIRO O time celeste apostou em uma volta por cima do centroavante. Leandro Damião chegou ao clube sob desconfiança, mas vem mostrando, com gols e assistências, que, até agora, foi uma boa negociação para o atual bicampeão brasileiro.

Valdivia na mira do Cruzeiro? O meia chileno Valdivia, do Palmeiras, estaria na mira do Cruzeiro. Segundo o jornal Diário de São Paulo, o gerente de futebol do Cruzeiro, Valdir Barbosa, teria se encontrado com o agente do jogador, André Cury. Os dois não foram encontrados neste sábado pela reportagem. No entanto, o supervisor de futebol do Cruzeiro, Benecy Queiroz, disse que o clube não foi procurado. Já Guilherme Mendes, diretor de comunicação de Cruzeiro, se limitou a dizer que os agentes de Valdivia estão oferecendo o atleta para vários clubes do país.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave