Original de Astérix é vendido por € 150 mil para familiares

Valor será doado às famílias das vítimas do atentado ao jornal satírico, ocorrido no dia 7 de janeiro

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

A picture taken on March 14, 2015 shows the original drawing of the Asterix 1972 comic book
AFP
A picture taken on March 14, 2015 shows the original drawing of the Asterix 1972 comic book "Les lauriers de César" (Asterix and the Laurel Wreath), displayed at Christie's auction house in Paris. An auction of rare cartoons by Asterix co-creator Albert Uderzo, who came out of retirement to pen drawings in support of the caricaturists of Charlie Hebdo killed in jihadist attacks in January, is to be conducted at Christie's on March 14. Asterix is the highest-selling series of cartoon books in the world and has been translated into 111 languages. AFP PHOTO / KENZO TRIBOUILLARD == RESTRICTED TO EDITORIAL USE, MANDATORY CREDIT OF THE ARTIST, TO ILLUSTRATE THE EVENT AS SPECIFIED IN THE CAPTION ==

Um desenho original de um álbum do herói gaulês de histórias em quadrinhos Astérix foi vendido por --150 mil em Paris, neste sábado. O valor será doado às famílias das vítimas do atentado ao jornal satírico "Charlie Hebdo", ocorrido em 7 de janeiro. A página faz parte do álbum "Astérix e os Louros de César", 18º livro do herói, editado em 1971, e o desenhista Albert Uderzo fez uma dedicatória exclusiva ao comprador. A casa de leilões Christie's, responsável pelo leilão, abriu mão de sua comissão em nome dos familiares das vítimas do atentado. Dois dias após o ataque ao semanário francês, Uderzo, cocriador de Astérix, com René Goscinny, retomou seu lápis e dedicou um desenho aos mortos do "Charlie Hebdo". "Eu também sou Charlie", dizia o herói gaulês enquanto lançava ao ar com um soco não um soldado romano, como de costume, mas um personagem usando chinelos típicos de países muçulmanos. "É evidente que 'Charlie Hebdo' e Astérix não têm nada em comum. Eu não estou mudando. Quis apenas mostrar minha amizade por esses desenhistas que pagaram com a vida por suas ideias", afirmou.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave