Diretor de TV morre por tiro acidental de seu próprio filho

Marcus Coqueiro de Vasconcellos, 59, teria sido confundido com um ladrão ao chegar em casa, na zona Oeste do Rio; Ele dirigiu "Amor e Revolução", no SBT, e passou também pelas TVs Record, Bandeirantes e Globo

iG Minas Gerais | Folhapress |

O diretor de TV Marcus Coqueiro de Vasconcellos, 59, foi morto no último dia 7 por um tiro disparado por engano pelo seu próprio filho. Gabriel Coqueiro de Vasconcelos, 23, teria confundido o pai com um ladrão e o atingiu com um tiro de revólver.

Segundo informações do jornal "Extra", o pai teria dito que iria viajar e desistiu no meio do caminho. Quando voltou para casa, no bairro da Taquara, zona oeste do Rio, o filho, que não esperava sua volta, achou que a casa estava sendo invadida e disparou.

A Polícia Civil do Rio não deu detalhes do ocorrido e não informou, por exemplo, se o diretor chegou a ser socorrido com vida ou quantos disparos foram feitos. Informou apenas que o rapaz foi autuado pelo crime de homicídio culposo, quando não há intenção de matar, e por porte ilegal de arma de fogo. Gabriel pagou fiança e foi liberado. A polícia informou que enviou o caso à Justiça.

Marcus Coqueiro Vasconcellos dirigiu sua ultima novela, "Amor e Revolução", no SBT, entre 2011 e 2012. Teve mais de 20 anos de carreira, tendo trabalhado ainda nas TVs Record, Bandeirantes e Globo.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave