Após vaga e 11º lugar no grid, Nasr agora quer os primeiros pontos

O piloto brasileiro teve apenas duas sessões para adaptar-se ao circuito de Albert Park, onde nunca tinha corrido

iG Minas Gerais | @SUPER_FC |

Anúncio do brasileiro Felipe Nasr como o piloto reserva da Williams teria relação com patrocínio do Banco do Brasil
PÁGINA OFICIAL/FACEBOOK/DIVULGAÇÃO
Anúncio do brasileiro Felipe Nasr como o piloto reserva da Williams teria relação com patrocínio do Banco do Brasil

Depois da incerteza sobre sua estreia na F-1 neste final de semana por conta da ação movida por Giedo van der Garde contra a Sauber, Felipe Nasr pôde enfim respirar aliviado neste sábado (14) não apenas por ter assegurado seu posto de titular na equipe como por ter conseguido uma ótima 11ª colocação no grid de largada para o GP da Austrália, que será disputado neste domingo (15), às 2h (de Brasília).

Tendo perdido a primeira sessão de treinos livres da sexta-feira por conta do imbróglio judicial de sua equipe, Nasr teve apenas duas sessões para adaptar-se ao circuito de Albert Park, no qual jamais havia corrido.

"As circunstâncias não me ajudaram e não foi ideal perder o primeiro treino em uma pista que não conheço e que é muito técnica, mas consegui fazer o que eu tinha que fazer, mantive minha cabeça e meu trabalho no lugar e fiz um bom primeiro treino de classificação", disse o piloto brasileiro que por apenas 0s074 não passou para o Q3, a última parte do treino de classificação.

"Foi importante não perder o foco e sabia que tinha que 'pegar mão' da pista o mais rápido possível e, apesar do pouco tempo que tive consegui chegar bem perto do Q3", afirmou. Nasr agora quer conquistar seu primeiros pontos na categoria já na prova de Melbourne.

"Estou me sentindo bem e preparado e acho que os testes de inverno me deram uma boa sensação do carro. Acho que estas três primeiras corridas do ano são nossas melhores chances de marcar pontos e agora vamos para a corrida."

Dos estreantes no Mundial de F-1 deste ano, Nasr perdeu apenas para Carlos Sainz, da Toro Rosso, nesta primeira classificação do ano - o espanhol larga na oitava colocação neste domingo. Já o holandês Max Verstappen, 17, o mais jovem piloto da história da categoria, sai na 12ª colocação com seu Toro Rosso. Will Stevens e Roberto Merhi, ambos da Manor, não correrão depois que o time não conseguiu ir à pista durante todo final de semana em Melbourne.

Nasr festejou também o fato de largar na frente de seu companheiro de equipe nesta abertura do Mundial - Marcus Ericsson sai na 16ª posição. "É sempre importante andar na frente do seu companheiro e das equipes que estão próximas da gente no grid e isso de alguma forma ajuda a equipe a trabalhar comigo", afirmou.

Leia tudo sobre: Felipe NasrSauberF1