O humor e o riso no centro de reflexões sobre o humano

Laura Lustosa Rubião lança “A Ética do Bem-dizer nos Estudos Lacanianos sobre a Comédia”

iG Minas Gerais | Carlos Andrei Siquara |

Referência. 
Estudo avança na leitura de peças de teatro citadas por Lacan em seus textos
AP/Arquivo
Referência. Estudo avança na leitura de peças de teatro citadas por Lacan em seus textos

A psicanalista Laura Lustosa Rubião, em sua pesquisa de doutorado, defendida em 2004 na faculdade de Letras da UFMG, seguiu um caminho menos conhecido quando o assunto é o diálogo entre a literatura e a psicanálise. A estudiosa, em vez de se debruçar sobre as tragédias, que, desde Freud, vêm servindo como ponto de partida para inúmeras reflexões, resolveu propor algumas análises a partir de um olhar para as comédias.

Autores como Aristófanes e Molière serviram, assim, como referência para o estudo que resulta no livro “A Ética do Bem-dizer nos Estudos Lacanianos sobre a Comédia” (editora UFMG), a ser lançado neste sábado, na livraria Scriptum. Do primeiro, por exemplo, Laura cita as peças de teatro “As Nuvens” e “As Aves”, que foram lidas junto com “A Escola de Mulheres”, de Molière.

“Eu privilegiei aquelas obras que são citadas por Lacan, mas de um modo mais superficial. Eu me aprofundei nelas”, observa Laura Lustosa. Embora os textos tenham sido escritos em épocas bastante distintas, ela afirma que um ponto comum entre eles é a temática da transgressão.

“No teatro antigo de Aristófanes nós notamos um tom mais escrachado, com marcas nítidas da obscenidade, do absurdo, o que resultam num impacto e num irreverência talvez maior do que aquelas do período clássico, como são as de Molière. Nas peças desse segundo autor, as ações se transcorrem de maneira mais contida. Porem, sempre há, na literatura dos dois escritores, uma tentativa de se desconstruir a ordem do senso comum, das regras estabelecidas dentro da sociedade”, compara a psicanalista.

De acordo com Laura, as leituras serviram como guia para ela tecer relações e buscar um contraponto à “solução trágica do desejo”.

“Eu me perguntei se haveria a possibilidade de uma solução cômica. Isso tem uma raiz no pensamento de Freud. Ele escreveu um texto muito importante em 1905, ‘O Chiste e Sua Relação com o Inconsciente’. Ou seja, esse não é um tema estranho a Freud, mas, no livro, eu avanço, propondo uma ética cômica do desejo”, explica a autora.

“É também um tentativa de se tratar da impossibilidade do desejo, por meio de uma outra inscrição, que estaria mais próxima do lado da vida do que da morte”, acrescenta ela.

Agenda

O quê. Laura Lustosa Rubião lança “A Ética do Bem-dizer nos Estudos Lacanianos sobre a Comédia”

Quando. Neste sábado, às 11h30

Onde. Livraria Scriptum (rua Fernandes Tourinho, 99, Savassi)

Quanto. Entrada franca

Ficha

O quê. “A Ética do Bem-dizer nos Estudos Lacanianos sobre a Comédia”, editora UFMG (270 págs., R$ 41).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave