Vendas têm pior resultado desde 2003

Outra atividade com impacto relevante foi a de artigos farmacêuticos, que está favorecida pelos preços que sobem em ritmo inferior à inflação

iG Minas Gerais |

Venda de veículos teve queda de 16,6%. segundo IBGE
SAMUEL AGUIAR / O TEMPO 07/12/20
Venda de veículos teve queda de 16,6%. segundo IBGE

RIO DE JANEIRO. A alta de 0,6% nas vendas do comércio varejista em janeiro de 2015 em relação a janeiro do ano anterior foi o pior resultado do setor para o mês desde 2003, quando o volume vendido recuou 4,5%. Os dados são da Pesquisa Mensal de Comércio, divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No varejo ampliado, que inclui as atividades de veículos e material de construção, a queda de 4,9% no período foi o pior desempenho para o mês de janeiro em toda a série histórica, iniciada em 2001. “Mesmo com alguns setores sendo beneficiados pelas promoções após o Natal, a gente tem o resultado de janeiro comparado com igual período de outros anos num patamar bem abaixo”, ressaltou Juliana Vasconcellos, gerente da Coordenação de Serviços e Comércio do IBGE

A conjuntura econômica permanece menos favorável ao consumo, com as concessões de crédito crescendo menos, o rendimento do trabalhador apresentando ganhos menores e as famílias com baixas expectativas e suas rendas comprometidas, ainda enumerou a pesquisadora do IBGE.

Impactos. Os veículos, com queda de 16,6% nas vendas, e material de construção, que registrou recuo de 2,8%, estão entre os setores mais impactados no último mês de janeiro.

Na passagem de dezembro para janeiro, aumentaram as vendas de equipamentos de informática e comunicação; móveis, eletrodomésticos e artigos de vestuário e calçados, todos sob influência das promoções para desencalhe dos estoques. Outra atividade com impacto relevante foi a de artigos farmacêuticos, que está favorecida pelos preços que sobem em ritmo inferior à inflação.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave