Em Brasília, Central Única dos Trabalhadore reúne mil a favor de Dilma

Manifestantes também protestaram nesta sexta-feira (13) contra política econômica do país

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

A manifestação a favor da presidente Dilma e contra a política econômica dela, convocada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), reuniu cerca de mil pessoas, segundo a PM, e os manifestantes, em Brasília, na tarde desta sexta-feira (13).

Os integrantes do movimento se encontraram na rodoviária da capital sob forte vigilância da polícia. Entre as cerca de 20 bandeiras, havia duas do PT e duas do PC do B, partidos da base do governo.

As palavras de ordem eram a favor da presidente, contra o que chamavam de golpe, mas também contrárias ao ajuste fiscal, atribuído ao ministro da Fazenda, Joaquim Levy. Ao longo de toda a tarde não foram registrados confrontos.

A cerca de um quilômetro da rodoviária, o prédio da Petrobras foi palco de duas manifestações contra o governo. Na primeira, um grupo de oito manifestantes se reuniu em frente ao prédio da estatal para iniciar uma carreata com buzinaço em protesto contra o governo. Eles saíram em seis carros diferentes pelas principais avenidas da cidade, escoltados pela PM, com faixas "Fora PT" e "Impeachment".

Ao tentarem seguir em direção ao Palácio do Planalto, sede do governo, foram impedidos pelos policiais. Os seis carros foram então em direção ao Congresso Nacional, onde também não tiveram acesso à área por onde entram os deputados, chamada de chapelaria.

Logo depois de ser barrado, o grupo, que recebeu poucos gestos de incentivo ao longo do caminho, encerrou o protesto e marcou encontro num restaurante japonês da cidade. Outro grupo, com cerca de 60 motoqueiros, também fez um buzinaço nos arredores do prédio da estatal em protesto contra o governo.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave