Suposta convocação para ato pró-Petrobrás é desmentido por prefeitura

Uma convocação aos servidores de Contagem chamou a atenção no WhatsApp e nas redes sociais, mas prefeitura nega

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Suposta convocação não tem assinatura oficial da prefeitura de Contagem
Web Repórter
Suposta convocação não tem assinatura oficial da prefeitura de Contagem

Um boato que circulou pelo WhatsApp e redes sociais sobre a convocação de servidores da prefeitura de Contagem para o protesto pró-Petrobrás, que aconteceu na manhã desta sexta-feira (13) na BR-381, em Betim, foi desmentido pelo município. A prefeitura de Contagem divulgou uma nota de repúdio em seu site oficial sobre a suposta convocação para a manifestação denominada “Marcha em Defesa da Petrobrás”.

“A prefeitura de Contagem esclarece que não fez tal convocação aos funcionários, ou a qualquer cidadão. Por isso, repudia de forma veemente tais artimanhas realizadas com intuito nefasto de confundir a sociedade. A prefeitura informa que todos os documentos enviados pela administração pública são devidamente assinados pelos seus gestores, ou diretamente, pelo prefeito de Contagem, Carlin Moura. Na oportunidade, a prefeitura referenda o compromisso do prefeito Carlin Moura com as manifestações legítimas, democráticas e pacíficas”, diz o comunicado.

Além disso, a prefeitura informa que Carlin Moura “sempre defendeu a Petrobras e as investigações desenvolvidas pelo Ministério Público”.

A manifestação levou cerca de 400 pessoas a BR-381 até culminar na refinaria Gabriel Passos (Regap) em Betim. Eles foram levados ao local em três ônibus e desembarcaram dos veículos carregando bandeiras do Movimento dos Se-Terra (MST), Central Única dos Trabalhadores (CUT) e outros movimentos sociais. 

Leia tudo sobre: PROTESTOregapBR-381Petrobrás