Bezerra é incluído em lista de Janot

Em depoimento, Costa disse ter sido procurado por Bezerra em 2010 para o recebimento de propina de R$ 20 milhões para a campanha de Campos à reeleição do governo de Pernambuco

iG Minas Gerais |

Brasília. A Procuradoria Geral da República (PGR) apresentou ontem um pedido de abertura de inquérito contra o senador e ex-ministro de Dilma Rousseff Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) para apurar suposto envolvimento no esquema de corrupção da Petrobras.

O senador é citado nos depoimentos do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa. Bezerra teria recebido do esquema R$ 20 milhões para a campanha do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), morto no ano passado. Com isso, sobe para 51 o número de políticos com pedido de inquérito encaminhado pelo procurador geral da República, Rodrigo Janot. Segundo a PGR, por um “erro processual” o material não foi enviado junto com os demais, no dia 3 de março, ao ministro Teori Zavascki.

Em depoimento, Costa disse ter sido procurado por Bezerra em 2010 para o recebimento de propina de R$ 20 milhões para a campanha de Campos à reeleição do governo de Pernambuco. Bezerra era secretário estadual de Desenvolvimento e dirigente do Porto de Suape

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave