CNBB não vê motivo para impeachment

iG Minas Gerais |

BRASÍLIA. A insatisfação da sociedade, se negada ou mal administrada, pode enfraquecer a democracia no país, e por isso é preciso estabelecer um diálogo que supere os radicalismos e impeça o ódio e a divisão. O tom cauteloso em relação aos protestos previstos para domingo está em nota divulgada ontem pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O presidente da entidade, cardeal Raymundo Damasceno, destacou ser legítimo o direito da população em reivindicar seus direitos e se manifestar, mas ponderou que, até o momento, não há motivação concreta para um eventual impeachment da presidente Dilma Rousseff, como defende parte dos manifestantes. “Não há nenhum indício de algum ato que possa justificar qualquer denúncia contra a presidente da República”, disse. Ele ponderou que os ânimos se exacerbaram na campanha política de 2014 e que tal tensão continua, sobretudo nas redes sociais.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave