Tecnologia atende crime e população

iG Minas Gerais |

Nas principais ruas do Jardim Teresópolis, montanhas de lixo e esgoto a céu aberto revelam o descaso do poder público com a comunidade. Em contrapartida, em várias esquinas, jovens recrutados pelo tráfico parecem vigiar quem entra e sai do local. A comunicação entre moradores com medo e também entre gangues é facilitada pela tecnologia, com aplicativos como WhatsApp, que anunciam ataques e mortes.

“O bairro tem muita gente boa. Falta presença do poder público”, disse o produtor Jaime Thalles. Outro caso. Além do tiroteio na escola, um rapaz de 17 anos foi baleado seis vezes ontem, no bairro Imbiruçu, nas proximidades do Jardim Teresópolis. O crime, segundo a polícia, também tem relação com a briga entre gangues.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave