Cem anos de Piaf, a diva da canção francesa

Belo Horizonte é a primeira cidade brasileira a receber espetáculo que celebra o centenário de Edith Piaf

iG Minas Gerais | Joyce Athiê |

Além da pesquisa musical, “Piaf! O Show” traz fotos e vídeos inéditos da cantora francesa
Alain Biguet/divulgação
Além da pesquisa musical, “Piaf! O Show” traz fotos e vídeos inéditos da cantora francesa

Depois do filme “Piaf – Um Hino ao Amor”, de Olivier Dahan, Edith Piaf ganha mais um trabalho dedicado à sua obra e vida, agora nos palcos. Em homenagem aos cem anos de seu nascimento, o musical “Piaf! O Show” canta e conta a história de Piaf por meio de suas músicas e algumas histórias, na voz da cantora e atriz francesa Anne Carrere.

Dividido em dois atos de 45 minutos cada um, o primeiro momento, “La Mome Piaf”, retrata a cantora ainda desconhecida, jovem que cantava nas ruas de Montmartre, tradicional bairro e reduto artístico parisiense. Seus primeiros passos como artista se equilibravam também com a servente de cafés da cidade. Ambientada na década de 50, bem ao clima de “La Vie en Rose”, seu maior sucesso, Piaf é vista por meio de fotos e imagens inéditas. As letras das canções serão projetadas para maior entendimento da poesia, embora apenas em inglês.

O segundo ato, intitulado “Edith Piaf”, promove o encontro do público com a famosa estrela no auge de sua carreira e apresenta seus grandes sucessos espalhados por todo o mundo. Períodos completamente distintos, cada um deles é representado por canções que faziam parte do repertório da cantora à época. “Nós apresentamos canções antigas, famosas e desconhecidas. Queremos que o público cante com a gente as letras que já conhecem e que desfrutem, por meio do show, de músicas que desconhecem”, afirma Gil Marsalla, produtor e diretor do espetáculo.

Ao lado da intérprete, quatro músicos franceses estarão no palco com piano, acordeão, bateria/xilofone e contrabaixo. Anne lembra que a fama de Piaf, conhecida e cantada por tantas pessoas, apresenta um verdadeiro desafio. “Para interpretá-la, é preciso recriar o espírito da sua música sem a intenção de imitá-la porque ela é única”, diz.

Anne reforça que a vida de Piaf tem diversos momentos tão dinâmicos quanto a própria personalidade da cantora, alternados em fases de amores, diversão e paixão pelo trabalho, assim como vícios e tragédias. Um desses momentos trágicos está representado na versão de “Mon Dieu”, cantada por Edith em memória ao seu grande amor, o lutador de box Marcel Cerdan, que morreu em um acidente de avião. “Mas nós decidimos por apresentar ao público não as tragédias de sua vida, falamos mais de Piaf como a mulher de paixão e amor”, ressalta. “As etapas da vida da cantora estão representadas por suas canções e pela emoção da minha voz. São músicas que falam sobre cada um de nós porque tratam do amor e como compartilhá-lo com todo mundo”, completa Anne.

Para preparar o show, ela pesquisou em livros e registros fotográficos, assim como no filme “Piaf – Um Hino Ao Amor”. Mas o desejo de imersão no mundo da homenageada levou-a ao encontro de Germaine Ricord, confidente e cantora de apoio de Piaf no anos 50 e 60, assim como o alemão Bernard Marchois, que dirigiu o Museu Edith Piaf, em Paris. “Eles sabiam tudo sobre sua a vida, a carreira e a história dela. Foi uma pressão encontrar e cantar para duas pessoas que a conheceram”, confessa.

Dos encontros, Anne retirou histórias que ela conta no show como o episódio – também retratado no filme –, em que o diretor musical de Piaf decide cancelar um show em função do estado de saúde da cantora. “Ela ficou tão nervosa que saiu do camarim, puxou as cortinas do palco e começou a cantar à capela. Os músicos, que não estavam prontos, correram para o palco. Ninguém falava para ela o que ela devia fazer”, conta Anne.

Depois de Belo Horizonte, o musical segue para Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba e São Paulo.

Serviço: 1 “Piaf! O Show”, hoje, às 21h, no Palácio das Artes (av. Afonso Pena, 1.537, centro). Ingressos de R$ 90 a R$ 220. Info: (31) 3236-7400.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave