De pênalti, Rogério Ceni marca e garante vitória

Goleiro voltar a marcar depois de errar uma penalidade no duelo com o Corinthians no último fim de semana

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Ao contrário do que aconteceu no clássico contra o Corinthians no último final de semana, o goleiro Rogério Ceni converteu a cobrança de pênalti desta vez e deu a vitória ao São Paulo por 1 a 0 sobre o São Bento na noite desta quinta-feira (12), no Morumbi, pela nona rodada do Paulista. Com o resultado, a equipe do técnico Muricy Ramalho amenizou a crise que ronda o clube após a segunda derrota para o arquirrival e a uma semana do duelo com o San Lorenzo, da Argentina, pela Libertadores. O 125º anotado pelo goleiro são-paulino levou o time do Morumbi aos 20 pontos no Grupo 1 do Estadual, mantendo a liderança da chave com cinco de vantagem sobre o segundo colocado Mogi Mirim. Apesar da vitória, os são-paulinos não fizeram uma boa partida. Com um time bastante modificado, que teve a volta de Pato, mas as ausências de Luis Fabiano e Ganso, o São Paulo pouco produziu no campo de ataque e chegou até a ouvir vaias e protestos da torcida que compareceu ao jogo. Sem intensidade e com muitos erros de ordem técnica e tática, o time da Capital voltou a ter muitas dificuldades na criação das jogadas no campo de ataque. Com isso, Pato e Alan Kardec ficaram isolados entre os zagueiros adversários e foram pouco acionados. Isso porque o time do Morumbi era sonolento na troca de passes e não tinha velocidade pelos lados do gramado. Assim, os são-paulinos foram reféns da forte marcação do São Bento e chegaram raras vezes à meta da equipe do interior, principalmente, no primeiro tempo. Os melhores ataques aconteceram quando justamente o São Paulo conseguiu roubar a bola ainda no seu campo de ataque e enfrentou a defesa adversária desorganizada. No melhor deles, já aos 46min, Michel Bastos deu lindo lançamento para Centurión na grande área do São Bento. O argentino ganho na velocidade da marcação e, de cabeça, acertou a trave direita do goleiro Henal. O técnico Muricy Ramalho voltou com Hudson no lugar de Thiago Mendes para melhorar a saída de bola da defesa são-paulina e dar ainda mais liberdade para Michel Bastos no campo de ataque. O reserva melhorou a postura do meio de campo são-paulino e, com isso, a equipe da casa pressionou o São Bento com mais frequência, apesar de cometer ainda os mesmos erros da etapa inicial. E, em uma jogada individual na grande área adversária, Hudson conseguiu a jogada que culminou com a vitória do São Paulo. No lance, o camisa 25 foi derrubado por Marcelo Cordeiro e o árbitro anotou corretamente a penalidade. Aos 28min, Rogério Ceni não exitou pelo erro no último clássico e cobrou o pênalti no canto direito rasteiro para decretar o resultado positivo.

Leia tudo sobre: São PauloCampeonato PaulistaFutebolesportesSão Bento