Padilha soube pela imprensa de sua escalação para conselho político

Ministro recebeu telefonema do vice-presidente, Michel Temer, que o convocou para reunião na manhã de segunda-feira (16)

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Eliseu Padilha soube pela imprensa de sua escalação para conselho político
Antonio Cruz/Agência Brasil
Eliseu Padilha soube pela imprensa de sua escalação para conselho político

O ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, disse a peemedebistas que soube pelos jornais de sua escalação para compor a articulação política do governo Dilma. Até a noite desta quinta-feira (12), Padilha não fora formalmente convidado pela própria presidente Dilma Rousseff.

Só à tarde, ele recebeu um telefonema do vice-presidente Michel Temer, que o convocou para uma reunião na manhã de segunda-feira. Um dos objetivos é avaliar os reflexos da manifestação programada para domingo.

No início da tarde, em visita ao Congresso, Padilha disse a deputados que desconhecia o convite da presidente. Ainda segundo interlocutores, Padilha afirmou que não sabe que papel desempenhará na articulação.

"Padilha é um homem de grande capacidade de articulação. Resta saber se terá condições de exercer esse papel", afirmou o deputado Lúcio Vieira Lima (BA).

Ministro dos Transportes no governo de Fernando Henrique Cardoso, Eliseu Padilha é ligado a Michel Temer. Na gestão do tucano, atuou como articulador.

Em 2007, ele foi alvo da Operação Solidária, da Polícia Federal, sob acusação de fraude nos processos de construção das barragens Jaguari e Taquarembó, ambas no Rio Grande do Sul.

Leia tudo sobre: Eliseu Padilha