Norte-americano com Ebola será tratado em Washington

Pessoa, cuja identidade não foi identificada, deve dar entrada nesta sexta-feira (13) no National Institutes of Health Clinical Center, em Bethesda, Maryland, onde enfermeira Nina Pham, também infectada, se tratou

iG Minas Gerais |

Um profissional de saúde norte-americano que teve resultado positivo em um exame para detecção do Ebola será tratado em um hospital do governo na capital dos Estados Unidos, Washington - afirmaram fontes oficiais nesta quinta-feira.

A pessoa, cuja identidade não foi identificada, deve dar entrada nesta sexta-feira no National Institutes of Health Clinical Center, em Bethesda, Maryland, segundo boletim divulgado pelo Instituto Nacional de Saúde.

"A pessoa estava prestando serviços voluntários no tratamento de Ebola em Serra Leoa e será repatriada aos Estados Unidos em isolamento por meio de um voo fretado", disse o documento.

"Demais detalhes sobre o paciente não estão sendo divulgados neste momento".

Este é o mesmo hospital onde foi tratada a enfermeira Nina Pham, que foi infectada após cuidar de um homem liberiano num hospital do Texas.

O homem, Thomas Eric Duncan, morreu. Pham e outra enfermeira que também foi contaminada se recuperaram.

Mais cedo nesta quinta-feira, a Organização Mundial de Saúde anunciou que o número de mortes pela epidemia de febre hemorrágica ultrapassou os 10.000.

A maioria das vítimas da epidemia, que começou no final de 2013, estavam na Libéria, Guiné e Serra Leoa, localizados na África Ocidental. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave