'Investidores procuram outros países'

Pedro Vartanian, professor de macroeconomia da Universidade Presbiteriana Mackenzie

iG Minas Gerais |

Se o dólar se valoriza muito frente ao real, há impactos negativos para a inflação, que no primeiro bimestre de 2015 já superou metade da meta de 4,5%. O IPCA acumulado de 2,48% em 2015 pode ser explicado pelo comportamento do dólar e pelo realinhamento dos preços administrados. Já para as exportações, a alta pode ser boa.

Agora, enquanto permanecerem as incertezas com relação aos rumos da economia, se as políticas econômicas serão de fato implementadas, como o ajuste fiscal, a cotação da moeda norte-americana ficará instável. Um dos fatores que contribuem para que o dólar esteja alto em relação ao real é a falta de credibilidade da economia. Mas também interfere na cotação no Brasil a melhora do cenário econômico nos Estados Unidos. Com as incertezas no Brasil, os investidores procuram outros países em busca de segurança e remuneração e uma das opções são os Estados Unidos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave