Shell anuncia seus vencedores

Peças “Trágica.3” e “Pessoas Perfeitas” estão entre as agraciadas na premiação

iG Minas Gerais |

Direção. Silvana Garcia levou para casa o prêmio de melhor direção no Prêmio Shell
ALEX SILVA
Direção. Silvana Garcia levou para casa o prêmio de melhor direção no Prêmio Shell

Apresentada pela atriz Mariana Lima, a 27ª edição do prêmio Shell de Teatro de São Paulo foi realizada na noite de terca, na Vila Olímpia, zona Sul de São Paulo. O anúncio dos vencedores em cada uma das nove categorias (autor, diretor, ator, atriz, cenário, iluminação, música, figurino e inovação), começou pelas indicações mais técnicas, como desenhos de som e luz das peças.

O prêmio de música foi para Ricardo Severo, de “Caros Ouvintes”. A peça levou também o prêmio de melhor cenário, de Marco Lima. “Trágica.3”, que concorreu em cinco indicações (direção, atriz, música, iluminação, figurino), levou os prêmios de melhor atriz (Denise Del Vechio) e de figurino, de Gloria Coelho. “Não Vejo Moscou do Meu Quarto” foi outra montagem que levou dois prêmios nesta edição: iluminação (Beto Bruel) e direção (Silvana Garcia). Ivam Cabral e Rodolfo García Vásquez, da companhia Os Satyros, foram premiados como melhores autores, por “Pessoas Perfeitas”. Na categoria melhor ator, venceu Rubens Caribé, por “Assim É (Se lhe Parece)”. E o prêmio inovação ficou para a Cia. Pessoal do Faroeste, por seu trabalho de ocupação e intervenção artística na região da Luz, centro de São Paulo.

Os premiados receberam uma escultura em metal do artista plástico Domenico Calabroni e R$ 8.000. A escolha dos vencedores foi decidida por um júri formado por Carlos Colabone, Evaristo Martins de Azevedo, Lucia Camargo, Mario Bolognesi e Renata Melo. O prêmio Shell também homenageou César Vieira, por sua trajetória artística com o Teatro União e Olho Vivo.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave