Explosões solares podem afetar sinais de GPS, diz Nasa

Agência espacial americana registra registra intensa explosão de classe X2.2 no meio do Sol; evento pode interferir na comunicação

iG Minas Gerais | GUILHERME ÁVILA |

Explosão solar desta quarta-feira (11) foi classificado como uma explosão da classe X2.2
Nasa/Divulgação
Explosão solar desta quarta-feira (11) foi classificado como uma explosão da classe X2.2
Na tarde desta quarta-feira (11) o Observatório de Dinâmica Solar da Nasa registrou uma explosão de classe X2.2 no meio do Sol. O evento teve seu auge às 13h22 (horário de Brasília) e essa classificação denota uma das explosões repentinas mais intensas já vistas. Elas se caracterizam pela liberação de grandes quantidades de radiação e que podem ser causadas por mudanças no campo magnético.   Segundo a agência espacial norte-americana, os efeitos prejudiciais liberados nessas erupções solares não podem afetar a população na atmosfera terrestre, mas podem interferir em sinais de GPS e de outros tipos de comunicação. Nas redes sociais, alguns usuários reclamavam de terem tido problemas desse tipo durante esse período.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave