Mulher e filha matam e enterram advogado no quintal de casa

“Sílvio Santos” teria sido asfixiado e morto há oito dias dentro de sua residência; mulher foi presa e filha está internada em clínica psiquiátrica em São Paulo

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

O corpo do advogado "Sílvio Santos", 57, foi encontrado enterrado no quintal de sua casa, em São Gonçalo do Sapucaí, no Sul de Minas Gerais, nessa terça-feira (10). A Polícia Militar (PM) foi ao local a pedido do Ministério Público, após a mulher da vítima confessou o crime ao órgão.

A também advogada M.A.V.T., 46, contou à Polícia Militar (PM) que há oito dias estavam na casa, na rua Monsenhor Ivo de Souza Bustamante, no bairro Serra, ela a filha A.S.V.T., 26, e o marido Sílvio Tavares dos Santos. Ela alegou que Santos tem problemas psiquiátricos e que neste dia ele estava muito agressivo. Devido a isso, ela e a filha o medicaram. Contudo, ao tentarem ministrar uma segunda medicação, ele a agrediu com uma pá, ferindo a sua coxa esquerda. Para defendê-la, a filha avançou sobre o pai e forçou o pescoço dele.

Como “Sílvio Santos” ficou inerte, elas resolveram se livrar do corpo. As duas cavaram um buraco no quintal e o colocaram. O corpo foi localizado em avançado estado de decomposição e encaminhado para o Instituto Médico Legal de Pouso Alegre.

Ainda, a mulher afirmou que a filha começou a apresentar distúrbios psiquiátricos após o fato e ela a internou em uma clínica, na cidade de São José dos Campos (SP) desde segunda-feira (9).

A suspeita foi encaminhada para a 4ª Delegacia de Polícia Civil de São Gonçalo do Sapucaí.

Leia tudo sobre: mulherfilhaadvogadoSílvio Santos