Um dos líderes na Toca, Ceará usa fé para ser referência fora do campo

Jogador retorna ao elenco titular nesta quarta-feira, contra o Villa Nova, em Sete Lagoas, pelo Mineiro

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Ceará, assim como no jogo de ida que terminou 1 a 0 para o Cruzeiro, ser titular da Raposa contra o ABC
Washington Alves/Light Press
Ceará, assim como no jogo de ida que terminou 1 a 0 para o Cruzeiro, ser titular da Raposa contra o ABC

Dentro dos gramados, o lateral-direito Ceará é um líder, uma espécie de aconselhador e também professor. Foi assim para o jovem Mayke, hoje titular e concorrente direto por uma vaga no setor.

"Não tem por que eu não passar o que adquiri da minha carreira para um jovem. Somos concorrentes, mas para o beneficio da mesma empresa. Aquele que trouxer benefício para a empresa é o mais importante. Tivemos a alternância, e o Cruzeiro foi beneficiado em todo esse período. Espero que ele possa estar, amanhã ou depois, na seleção brasileira. Tenho 35 anos e consegui alguns títulos importantes na minha carreira. Somos amigos, companheiros de trabalho", destacou o experiente jogador.

Mas Ceará não é apenas uma referência quando o assunto é futebol. Fora dos gramados, o lateral tem mantido uma vida baseada na fé, crença esta que o fez superar momentos turbulentos na vida e se transformar em exemplo para outras pessoas não apenas por sua fama como atleta. Convidado para palestrar em igrejas evangélicas, Ceará aproveitou para fazer uma relação de sua fé com o direcionamento de suas atitudes em campo.

"Essas palestras que eu faço em igrejas e até em algumas associações com crianças é justamente para mostrar a importância de Deus na vida do ser humano, o quanto Ele nos faz melhores para a sociedade. Tenho bastante convites e pessoas que se interessam. Eu testemunho a mudança que Deus fez na minha vida, e isso tem encorajado as pessoas, jovens", disse.

Nos últimos dois anos, Ceará foi um dos jogadores mais engajados neste ambiente agregador em torno da religião no Cruzeiro. Foi ele quem puxou, por exemplo, a oração de agradecimento pelo tetracampeonato e também foi um dos responsáveis pelo culto de ação de graças pelo título na Igreja Batista Getsêmani, no fim do ano passado.

"Dentro de campo, tenho procurado demonstrar isso na prática para os meus colegas. Graças a Deus, isso tem surtido efeito com meus colegas aqui no Cruzeiro. Certamente, sempre temos algo a melhorar e isso é importante", finalizou o jogador, que retorna aos gramados nesta quarta-feira, contra o Villa Nova, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, em duelo válido pela sétima rodada do Campeonato Mineiro. Seu último jogo foi contra o Atlético, pela decisão da Copa do Brasil. 

Leia tudo sobre: líderescelestesCearáusareferênciaforagramados