Meia pode estar perto do adeus

Guilherme tem contrato com o Atlético até o dia 25 de março e está entre os 30 jogadores inscritos pelo Galo na Libertadores

iG Minas Gerais | Fernando Almeida /Josias Pereira |

À espera de conversas mais concretas com a diretoria do Atlético, Guilherme e seu staff indicam que fecharam uma parceria com o ex-jogador Deco, representante no Brasil do agente português Jorge Mendes. O intuito é melhorar o network (rede de contatos) do atacante atleticano no mercado europeu de futebol.

A reportagem apurou que um empresário mineiro estaria trabalhando com o brasileiro naturalizado português em busca de um novo clube para o avante. Com esta realidade, a permanência de Guilherme no Galo é muito improvável.

Deco, porém, em rápida conversa com O TEMPO , indicou que a parceria não existe no momento. “É mentira”, limitou-se a dizer. O ex-atleta não quis dar mais detalhes sobre a negociação com o alvinegro.

Um dos empresários do atleta, Ivan Suárez (trabalha com o irmão Sérgio Suárez), indicou que Guilherme tem ofertas de clubes estrangeiros e brasileiros na mesa. “Já recebemos ligações de clubes que desejam o Guilherme, mas vamos esperar”, disse Suárez.

Ainda segundo apuração da reportagem, um desses clubes pode ser o Cruzeiro, já que algumas pessoas na diretoria veem com bons olhos a contratação de Guilherme. Contudo, o supervisor de futebol Benecy Queiroz lista três motivos que afastam o atacante da Raposa: salário próximo a R$ 250 mil; histórico de lesões; ele já está inscrito na Libertadores.

Guilherme tem contrato com o Atlético até o dia 25 de março e está entre os 30 jogadores inscritos pelo Galo na Libertadores. Assim, ele pode atuar contra o Santa Fe-COL, no próximo dia 18, caso se recupere da lesão na coxa direita.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave