Nova Yamaha YZF-R3

iG Minas Gerais |

Nova Yamaha YZF-R3
Yamaha/divulgação
Nova Yamaha YZF-R3

A Yamaha fecha um leque com produtos superesportivos no mundo com a R-125, R-25 e, agora, com a competitiva YZF-R3, que poder vir para o Brasil disputar o mercado de médias esportivas, liderado pela Kawasaki 250 e seguido, de longe, pela CBR 250R. São as únicas opções atualmente. Se vier a YZF-R3, que tem atributos melhores, tem chance de disputar o pódio com a líder. A novidade de 321 cc carrega DNA de pista e herda tecnologia da linha R da marca nipônica, que tem se destacado pelo alto desempenho de seus motores, aliado a uma ciclística bem amigável ao uso diário, que sempre estão sujeitos os modelos de médias cilindradas. Na parte aerodinâmica, e de visual, a R3 chega equipada com carenagens de desenho agressivo com faróis duplos destacando a entrada central de ar como nas irmãs maiores. Dois cilindros A YZF-R3 vem bem equipada de propulsor de dois cilindros paralelos com 321 cc, de refrigeração líquida, capaz de desenvolver potência de 42 cv e 3,0 kgfm de torque. Aliado ao baixo peso de 169 kg em ordem de marcha, resulta numa moto das mais velozes do seu segmento. O motor foi construído com tecnologia de ponta herdada da R1 e arquitetura que permite força em baixas e médias rotações com resposta expressiva em altos giros. Desempenho adequado para o uso em cidade e distração na estrada, com boa dose de esportividade. Na ciclística, o chassi, do tipo diamond, utiliza o motor como reforço, e a centralização de massas e o banco baixo facilitam a manobrabilidade por pessoas de baixa estatura. O modelo vem equipado com freios duplos na frente e simples atrás com o sistema ABS de série. A suspensão traseira é monoamortecida, e na frente o sistema é telescópico convencional para aumentar a competitividade no custo final. O escape é dois em um. A nova YZF-R3 foi projetada tendo como meta disputar mercado, no exterior, com a Honda CBR 300R e a Kawasaki Ninja 300, e terá preço nos EUA de U$ 4.990. A Yamaha não afiança nada, mas a chance de ela ser vendida no Brasil é grande. Teremos mais informações no Salão das Duas Rodas em outubro próximo.

Técnica: YZF-R3 Motor: 2 cilindros paralelos, 321 cc, DOHC com 4 válvulas e refrigeração líquida Potência: 42 cv 10.750 rpm Torque: 3 kgfm a 9.000 rpm Câmbio: 6 marchas Freios ABS: (D) 2 discos (T) disco Tanque: 14 L Entre eixos: 1.380 mm Peso cheio: 169 kg Preço USA: próximo de R$ 15.000

MOTONOTÍCIAS

* O 18° Curvelo Motoshow, que esse ano tem nova programação de rock, irá lotar a cidade. Casas e hotéis já estão quase sem vagas. Mas há uma outra opção: o Hotel Etinerante, que fica no evento, com cama, banho, café e tenda (e a moto do lado) para ninguém pilotar depois de confraternizar. Informações: www.residencialaventura.com.br. * A moto é a solução. Com o alto preço abusivo da gasolina (que pode subir mais), a moto virou a melhor opção. Além de mais econômica (média de 40 km/l), é mais ligeira e ágil no trânsito: você não fica preso no tráfego e chega mais cedo em casa ou no serviço. * Dia Internacional da Mulher. Deveríamos ser uma sociedade matriarcal. Teríamos uma sociedade mais inclusiva. As mulheres são mais “humanas” do que os homens. Mais intuitivas e mais doadoras. Mais operativas da inteligência e do aprendizado. Mais eficientes e menos distraídas. Muito mais solidárias e cooperativas. E, por isso tudo, ainda ganham menos e são mais hostilizadas. Minha mãe, D. Joselina, guerreira até hoje e bondosa desde sempre, seja louvada. E, enaltecendo ela, homenageio todas as mulheres, principalmente as motociclistas, que tanto sofrem discriminação no dia a dia. Parabéns! Têm minha gratidão eterna. * Domingo tem manifestação cívica, às 14h na praça da Liberdade, contra a corrupção no governo PT e etc. Um grupo de motociclistas de BH está organizando uma motociata, a exemplo de SP, para participar. A concentração será às 14h, na praça Sete. Informações com Wolney, (31) 9402-7118. * Manutenção e crítica. Na semana passada alertei sobre a manutenção básica da moto e mandaram e-mails com várias manifestações, as quais agradeço. Algumas de agradecimento, outras de sugestão e uma de crítica (só uma?). Agradeço a todos pela leitura e atenção. Considerei todas. * Manutenção e resposta. Não sou especialista, mas leio manuais de várias motos e procuro informações com bons mecânicos. Posso me enganar, mas acredito que não induzi a erro algum com as minhas recomendações. A minha intenção é provocar para mais cuidado e conhecimento dos motociclistas com as motos e, assim, conseguir mais segurança no trânsito e economia para eles. Leia o manual do proprietário. * Kawasaki turbinada no Brasil. A superesportiva Ninja H2 com 210 cv chega em breve ao mercado nacional em unidades reduzidas. Com preço em torno de R$ 75.000, mais impostos. A H2R, preparada para pista, não será oferecida, pois seu preço de base é de mais de R$ 200.000.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave