Talentos lapidados na Toca

Jovens, Alisson e Judivan esperam conquistar mais confiança do técnico e vaga entre titulares

iG Minas Gerais | Guilherme Guimarães |

Reconhecimento. Além de apoiar o jovem da base, torcedora ainda pediu a camisa de Judivan na partida do Cruzeiro contra o Tupi
ALEX DOUGLAS - 28.2.2015
Reconhecimento. Além de apoiar o jovem da base, torcedora ainda pediu a camisa de Judivan na partida do Cruzeiro contra o Tupi

Pelo que apresentou nas últimas temporadas, o Cruzeiro, equipe campeã dos dois últimos Campeonatos Brasileiros, ainda está devendo uma apresentação convincente em 2015. Apesar do futebol questionável no empate em 1 a 1 com o arquirrival Atlético, o técnico Marcelo Oliveira pôde observar, mais uma vez, o desempenho de dois talentos do clube: o atacante Judivan e o meia-atacante Alisson.

Dois jovens revelados nas categorias de base, Judivan e Alisson tem histórias diferentes na equipe profissional da Raposa. No entanto, o objetivo da dupla é o mesmo: conseguir uma vaga entre os titulares. Com um histórico recente de lesões, Alisson perdeu algumas chances de se firmar no 11 inicial. Judivan, entretanto, foi acionado em todos os jogos até aqui e, inclusive, deixou sua marca em duas partidas. No amistoso com o Shakhtar Donetsk-UCR e diante do Guarani, pelo Campeonato Mineiro. Tentando superar os problemas físicos, Alisson quer escrever capítulos diferentes neste primeiro semestre. No fim do ano passado e no início de 2015, o meia-atacante sofreu com lesões musculares. “Eu estou bastante tranquilo, feliz por voltar aos poucos e tendo sequência nos jogos, mesmo que por pouco tempo. Estou tranquilo e o Marcelo Oliveira sabe o que é melhor para o time, independentemente se eu ficar no banco ou entre os titulares. Importante é que estou feliz e quero permanecer no grupo, sendo titular ou reserva”, pondera Alisson, que recebe atenção especial do treinador. “O Alisson vem de paralisação de quatro meses. É um jogador que por três meses se tornou titular e acabou machucando. Não podemos deixar que ele machuque pela quarta vez. Ele terá sua chance de voltar a ser titular. Estamos preparando e dando força”, analisou Marcelo Oliveira. Muito elogiado pela comissão técnica da equipe profissional, Judivan subiu prematuramente para o time principal. O avante ainda tem mais um ano como júnior e mostra muita personalidade. “O Judivan, às vezes, quando entra, fica mais solto. Ele está evoluindo fisicamente, porque imprime um ritmo forte”, afirma o comandante, que pode utilizar Alisson amanhã contra o Villa Nova, já que Willian sofre com dores no púbis.

Goulart na China Goleador. O meia Ricardo Goulart segue vivendo ótimo fase em seu começo no futebol chinês. O ex-cruzeirense marcou um, além de dar assistência para o outro gol na vitória de virada por 2 a 1 do Guangzhou Evergrande sobre o Shijiazhuang Yongchang, na estreia do Campeonato Chinês. Nesta temporada, ele participou de todos os gols anotados pelo Guangzhou – foram seis ao todo. Cinco gols e uma assistência.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave